Postagens

Mostrando postagens de Março, 2013

OUTROS 31 DE MARÇO: DITADURA MILITAR NO BRASIL (1964/1985)

Imagem

FELIZ DIA DA FERTILIDADE E DO SEXO (A.K.A. PÁSCOA)!!!

Imagem
"A Páscoa é 'Ishtar' pronunciado como 'Easter' (do inglês):
A Páscoa é originalmente a celebração de Ishtar, deusa assíria e babilônica da fertilidade e do sexo. Seus símbolos (o ovo e o coelho) ainda são símbolos de fertilidade (ou você realmente achava que ovos e coelhos tinham alguma relação com a ressurreição?).
Depois que Constantino decidiu cristianizar o Império Oriental, a Páscoa mudou para representar Jesus. Mas, nas suas raízes, a Páscoa ('Ishtar' oriental pronunciado como 'Easter' pelos americanos) trata sobre a celebração da fertilidade e do sexo."


HUGO CHÁVEZ, MARX E O "BOLIVARISMO" NO SÉCULO XXI

O começo do século XXI testemunhou um ressurgimento do nacionalismo populista burguês em grande parte da América Latina. 
De certa forma, este desenvolvimento do nacionalismo compartilha de características comuns com o que foi visto no século anterior em figuras como Juan Domingo Perón na Argentina, Getúlio Vargas no Brasil ou de Lazaro Cardenas no México.
As eleições do presidente Hugo Chávez na Venezuela—o qual está caminhando para um mandato vitalício—e Evo Morales na Bolívia, o retorno do ex-líder sandinista Daniel Ortega para a presidência da Nicarágua, bem como a eleição de Rafael Correa no Equador, foram todas acompanhadas da retórica nacionalista para reverter o brutal e sangrento período de desagregação das economias latino-americanas das últimas décadas. Alguns dizem que a América Latina está realmente se movendo para a esquerda, para um novo tipo de socialismo, no entanto, em cada um destes países o domínio do capital permanece intacto.
Hugo Chávez, em particular, apresentou e…

DE ONDE VEM O TERMO AMÉRICA LATINA?

O termo América Latina é criado no século 19, na França, na época em que o país era a prin-cipal potência mundial. De acordo com o historiador e professor da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (FFLCH/USP) Osvaldo Coggiola, ele é impróprio, pois a América Latina não é composta apenas de população latina, mas tam-bém indígena. A designação de caráter imperialista pressupunha que existia uma América Anglo-Saxônica, formada pelos Estados Unidos e o Canadá, e uma latina, que englobava os países colonizados por nações latinas. 
Na época, as expressões América Ibérica, Ibero-América e Indo-América concorriam com América Latina, mas, no século 20, a última acabou se tornando hegemônica. Na década de 1960, América Latina ganhou uma conotação de esquerda, pois, no auge das lutas anti-impe-rialistas, o termo passou a designar uma realidade política oposta ao imperialismo norte-ame-ricano. “A partir daí o termo que tinha origem imperialista francesa curi…

QUESTÕES SOBRE EUROPA NO SÉCULO XIX COM GABARITO COMENTADO

1. (Fuvest) "Fizemos a Itália, agora temos que fazer os italianos".  "Ao invés da Prússia se fundir na Alemanha, a Alemanha se fundiu na Prússia". 
Estas frases, sobre as unificações italiana e alemã:  a) aludem às diferenças que as marcaram, pois, enquanto a alemã foi feita em benefício da Prússia, a italiana, como demostra a escolha de Roma para capital, contemplou todas as regiões.  b) apontam para as suas semelhanças, isto é, para o caráter autoritário e incompleto de ambas, decorrentes do passado fascista, no caso italiano, e nazista, no alemão.  c) chamam a atenção para o caráter unilateral e autoritário das duas unificações, imposta pelo Piemonte, na Itália, e pela Prússia, na Alemanha.  d) escondem suas naturezas contrastantes, pois a alemã foi autoritária e aristocrática e a italiana foi democrática e popular.  e) tratam da unificação da Itália e da Alemanha, mas nada sugerem quanto ao caráter impositivo de processo liderado por Cavour, na Itália, e por Bismarck,…
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...